09_pronta

Cabuloso suco gástrico – Breno Ferreira

Então gentes, no inicio da semana eu postei um artigo mostrando o trabalho do quadrinista Heron Prado, do “Denso Blog” e, agora venho até vocês para mostrar mais uma maravilha dos quadrinhos que eu encontrei.

Através do site do Heron (que se você ainda não viu, não perde tempo) eu fui na aba dos outros sites que ele acompanha. Eis que me surge um nome que me chamou bastante atenção.

Fiquei horas navegando no site, não ficou só o nome me chamando mais a atenção, mas também a qualidade e o teor das tirinhas:

13_pronta

Assim como fiz com Heron, entrei em contato com o criador das tirinhas, O breno Ferreira, pedi para que ele me mandasse alguns dados para poder publicar aqui no café e até fizemos uma mini entrevista.

Breno ferreira.

27 anos
Sou do interior de sp, da cidade de limeira. Vim estudar aqui em são paulo faz uns 9 anos e acabei ficando.
Atualmente trabalho como ilustrador do estúdio 1+2(www.1mais2.com.br)
CcW: “Cabuloso Suco gástrico” é um nome bem chamativo, de onde surgiu a ideia, é algum tipo de referencia?

Breno: Então, o nome na verdade apareceu por causa da minha gastrite.
 
CcW: Desde quando você faz as tiras para o seu blog?
Breno:Esse mês de junho faz 1 ano que comecei a produzir as tiras e posta-las no blog. Até gostaria de ter chegado aos 100 posts mas infelizmente não rolou.
Ccw: Faz ou fez algum curso na área?
Breno: Bom, o último curso que fiz, e que acabou me incentivando bastante pra produzir quadrinhos foi o curso de quadrinhos autorais (não sei exatamente se o nome é esse, mas o assunto é) com o Lourenço Mutarelli no sesc pompéia.
Ccw: Todo dia somos apresentados a artistas das diversas áreas que o Brasil vem trazendo (graças a Odim). Mas sabemos que divulgar o trabalho vem sendo cada vez mais complicado, o que te motiva a continuar produzindo?
Breno: Poxa, é um pouco complicado, a internet ajuda muito, não há dúvida, se alguém vê o que eu faço é graças a ela. Porém existe uma dificuldade principalmente pra conseguir publicar em outros veículos que não seja sua própria página. E nesse caso se torna um trabalho que não dá retorno financeiro, sendo que muitas vezes tenho que produzir em horários alternativos, e nem sempre consigo fazer a quantidade que gostaria.
Por outro lado acho que seria um erro ser motivado pelo dinheiro (ajuda, é claro, todo mundo tem conta pra pagar), principalmente por se tratar de um trabalho autoral. A liberdade que se tem quando você não está vinculado a um “comprador” é o que faz o trabalho ser realmente seu. 
Enfim, o motivo pra continuar fazendo é gostar e apostar nessa linguagem, por mais que ainda seja bem desvalorizada.
CcW: Como consegue conciliar trabalho com a produção da sua arte?
Breno:Eu e mais dois amigos temos um estúdiozinho de ilustração( www.1mais2.com.br) ,isso facilita um pouco, quando não está rolando muito trabalho eu produzo no trampo mesmo. Mas quando tá mais na correria eu tenho que deixar pra fazer a noite, o que funciona também, porque a maioria das ideias acontecem fora do horário comercial.
CcW: Alem do Cabuloso, existem outros projetos?
Breno: Sim, existem vários. Acho que o que está mais quente agora, além do cabuloso suco gástrico, é uma revista independente que produzi em parceria com mais 5 amigos. Chama-se O Miolo Frito, e tem previsão pra ser lançada em agosto. A ideia é conseguir ter uma periodicidade legal e tentar trabalhar bem o lance do grupo pra resultar num material mais extenso. 
CcW: Eu ainda não vi todo seu trabalho, mas dando uma vasculhada, eu pude ver alguns personagens que aparecem várias vezes, você tem alguma vontade de fazer, alem das tirinhas, algo mais puchado para uma H.Q.? 
Breno: Tenho alguns poucos personagens, eles aparecem meio aleatóriamente, não tenho muito compromisso com eles, nem nome eles tem. São figuras que aparecem quando eu sinto que encaixam numa situação que eu imaginei, as vezes funcionam.
Mas pretendo fazer histórias mais longas sim, tenho algumas já feitas, outras escritas. No blog, além das tiras, existem algumas de 1 página, é um formato que me agrada.
CcW: Quais são as suas referencias para o trabalho que você faz?
Breno: Cara, são muitas. Em termos de quadrinhos é aquela basicona mesmo, laerte, angeli, mutarelli, dahmer, e nessa vai, é uma lista bem extensa. Mas acho que as maoires referências e influências aparecem em formatos diversos, uma música, um filme, um livro ou mesmo uma conversa no ônibus ou no boteco. A todo momento tem uma porrada de coisa passando na nossa cabeça né…
CcW: Deixe um recado para o seus novos leitores: (Momento beijo da xuxa)

Breno: Orra, e agora? Sei lá, eu espero que quem viu ou ainda vai ver goste, comente, critique, pense sobre, divague, ache defeitos ou mesmo me chame pra tomar uma breja.

36_pronta

Você pode dar uma conferida no trabalho completo dele no blog Cabuloso Suco Gástrico