unnamed

Im(Pulso)

Texto por Kivia Kruczynski
Quando abri os olhos de manhã eu não tinha esquecido. Lembrava pouco, via flashes. Quero pegar o papel e descrever cada detalhe, misturar tudo nas entrelinhas. Quero pegar o celular e ligar. Quero continuar fodendo até me ver livre. Quero muito que isso pare. Então ignoro o papel e a caneta, desligo o celular e vou embora. Junto minhas coisas, encho minhas malas. Tenho certeza que não terminou e como não quero terminar volto atrás mas decido ir de vez, pulo na água gelada de cabeça, arranco o band-aid num impulso.

Meus pulsos e meus impulsos. Isso nunca vai terminar.

“Só quero pensar em silêncio no beijo, na pele e no gosto. Nas dimensões e na gravidade das estocadas. Nos gemidos e nos sussurros que escapam. No meu cabelo grudando no suor do rosto. No meu corpo pulsando ainda agora. Na forma como seu rosto muda quando te olho de perto. Na falta de pudor quando me vejo nua diante de você, mas como temos a total falta de intimidade e jeito de nos cumprimentarmos com a mãos, com um abraço. Queria me arrepender e desejar que isso tivesse terminado em texto. Porém eu precisei sentir isso para poder escrever mais. Não me decepcionei.

Talvez você não tenha percebido mais eu estive ali, de um jeito que tão poucas vezes eu estou, todas minhas versões colocadas em fila, a parte que goza e a parte que chora. E ainda assim de nenhuma forma isso é significante, é um instante que a gente pega e guarda pra tomar um gole de vez em quando. Eu gostaria de mascar essa história até ela perder o gosto, mas ela vai ficar salivando insistente na boca por muito tempo”

_________________________________________________________________________________________________________________
Você também tem algum texto, foto, vídeo, artigo que queira compartilhar no site? Envie um email pra yuri@cafecomwhisky.com.br com o assunto Participação no Café, pelo menos uma imagem para ser anexada e a indicação de um título.